O soldado

Florent Pagny é um cantor e compositor francês de grande sucesso. Nascido em 1961, aos 16 anos abandona a escola e deixa sua cidade para tentar a vida de artista em Paris. Sua carreira começa no cinema e televisão nos anos 80. Em 87 compõe sua primeira canção “N´importe quoi” que obtém grande sucesso. Com altos e baixos, sua carreira pode ser considerada vencedora, tendo vendido no total mais de 15 milhões de discos. Hoje vamos estudar uma de suas canções de 2013, “Le soldat” composta por Calogero (música) e Marie Bestide (texto).

 

A l’heure où la nuit passe au milieu des tranchées,

Ma très chère Augustine, je t’écris sans tarder,

Le froid pique et me glace et j’ai peur de tomber.

Je ne pense qu’à toi,

Mais je suis un soldat.

Mais surtout ne t’en fais pas,

Je serai bientôt là.

Et tu seras fière de moi.

A l’heure où la guerre chasse des garçons par milliers,

Si loin de la maison et la fleur au canon.

Ces autres que l’on tue sont les mêmes que moi.

Mais je ne pleure pas,

Car je suis un soldat

Mais surtout ne t’en fais pas,

Je serai bientôt là

Et tu seras fière de moi.

A l’heure où la mort passe dans le fleuve à mes pieds,

De la boue qui s’en va des godasses et des rats.

Je revois tes yeux clairs, j’essaie d’imaginer

L’hiver auprès de toi,

Mais je suis un soldat,

Je ne sens plus mes bras,

Tout tourne autour de moi,

Mon Dieu sors moi de là.

Ma très chère Augustine, j’aimerais te confier

Nos plus beaux souvenirs et nos enfants rêvés.

Je crois pouvoir le dire nous nous sommes aimés.

Je t’aime une dernière fois.

Je ne suis qu’un soldat.

Non je ne reviendrai pas.

Je n’étais qu’un soldat.

Prends soin de toi.

 

Na hora em que a noite passa no meio das trincheiras,

Minha caríssima Augustine, eu lhe escrevo sem demora,

O frio pica e me congela e tenho medo de cair.

Só penso em você,

Mas sou um soldado.

Mas não se preocupe,

Em breve estarei aí.

E você terá orgulho de mim.

Na hora em que a guerra caça milhares de rapazes,

Tão longe de casa e com a flor no canhão

Esses outros que estão sendo mortos são os mesmos que eu.

Mas não estou chorando,

Pois sou um soldado

Mas não se preocupe

Estarei em breve aí

E você terá orgulho de mim.

Na hora em que a morte passa no rio a meus pés,

Lama que sai dos calçados e os ratos.

Revejo seus olhos claros, tento imaginar

O inverno a seu lado,

Mas sou um soldado,

Não sinto mais meus braços

Está tudo girando a minha volta,

Meu Deus tire-me daqui.

Minha caríssima Augustine, gostaria de lhe confiar

Nossas mais lindas lembranças e nossos filhos sonhados.

Creio poder dizer que nós nos amamos.

Te amo uma última vez.

Sou somente um soldado.

Não, não voltarei.

Eu era somente um soldado.

Se cuide.

Cadastre-se para receber o Resumão de Francês com novos conteúdos como este todas as semanas

Alternative Text
Catherine Henry é francesa de nascimento e de cultura. Ela é professora colaboradora do Método Francês Fluente. Além de dar assistência ao Professor Jérôme Guinet, Catherine escreve os conteúdos do site procurando trazer assuntos variados e interessantes que podem servir de complemento para quem está estudando francês.
  • Dilma Fernandes disse:

    Amei essa música , fácil compreensão e muito real…conta uma linda história de amor…
    Músicas assim vai nos ajudar muito a desbloquear e falar o francês fluente.
    Gostei do método de Jérôme Guinet…só tenho a agradecer , estou muito feliz.
    Merci..À bientôt .
    Dilma

  • FALE CONOSCO

    Envie uma mensagem agora:

    SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS

    CADASTRE-SE NO CURSO GRATUITO

    Ao se cadastrar você receberá inteiramente grátis o nosso curso de francês por e-mail. Comece agora mesmo a estudar francês de verdade!
    >